Atleta

.

Tu dizes que eu não quis mais correr
Enquanto mostra tuas medalhas
Da Olimpíada da Vida Prática
A glória dos músculos cansados
Do mercado teus recordes de atleta

Sei que me desgarrei das chances
Das pessoas promissoras como nós –
Deixei a corrida da vitória passar
Ganhar (por mim) distância e atraso
Então me veio a chance de enxergar

Numa única margem linhas das largadas
Linhas das chegadas – É provável
Que tu tenhas razão e como todos
Eu esteja preso na corrida e suas metas
Tá certo, viu, tá certo – estou aqui

Mas se correr não sou poeta

.

Anúncios

desde vinte e dois de agosto de dois mil e três

.